POLÍTICA DE TROCAS

TROCAS

Na JeSMART todas as tarifas permitem trocas de data, vôo, rota e nome, sujeito ao pagamento de uma cobrança e/ou diferença tarifaria que corresponda.

Posso fazer alterações no meu vôo?

Sim. Na JetSMART todas as passagens têm direito a alteração. Você pode alterar o voo, a data, o destino e o nome até uma hora antes do voo.

Para alterações de data, voo ou rota é necessário pagar uma taxa adicional, além da diferença tarifária, caso exista.

Para alterações de nome no bilhete, uma taxa adicional deve ser paga por trecho e por pessoa. Após o início da viagem, nenhuma alteração de nome poderá ser feita na passagem de nenhum dos trechos contidos no itinerário.

Clique aqui para verificar os  valores e condições

Lembre-se que ao viajar deve se certificar de que cumpre todos os requisitos exigidos pelas autoridades, tanto para a entrada como para a saída do país.

Como funciona a Política de Devoluções e Trocas?

Todas os opcionais são mantidos para o novo voo. Caso não consiga confirmar nenhum opcional, você pode alterá-lo para o opcional mais similar.

Se houver um saldo a favor devido a diferenças no valor dos itens opcionais ou se não puder ser confirmado em nenhuma categoria, esse saldo poderá ser usado como crédito pela multa de alteração de bilhete, sem exceder o valor da multa. Qualquer saldo excedente será favorecido à JetSMART, não admitindo qualquer retorno ou uso.

IMPORTANTE:

Lembre-se de que é sua responsabilidade cumprir com todas as exigências legais.

Recomendamos que você fique atento ao nosso site JetSMART.com por meio do qual estaremos atualizando todas as informações sobre nossos voos.

Lembre-se que os requisitos são impostos pelos governos de cada país e pelas autoridades locais, que estão em constante mudança, portanto, você deve verificar e certificar-se de cumprir todos os requisitos solicitados no momento de sua viagem.

Se você estiver viajando dentro ou fora do Brazil, deve certificar-se de cumprir todas as exigências solicitadas pelas autoridades, quer você esteja entrando ou saindo do país.

Alterar a data, hora ou trecho de seu vôo
Descubra como fazer isso aqui e voe SMART!

Ver más

VOCÊ JÁ TEM O SEU VOO E DESEJA FAZER UMA TROCA OU REEMBOLSO?

VOCÊ PRECISA ENTRAR SEU CÓDIGO DE RESERVA + SEU EMAIL E O SISTEMA O GUIARÁ PARA OBTER SUA TROCA OU DEVOLUÇÃO!
Solicitar alteração de voo
VOCÊ VAI VIAJAR NO CHILE?


LEMBRA QUE:

Para viajar dentro do Chile, você deve:

  • Tenha seu passe de mobilidade (exigido para maiores de 12 anos).
  • O governo chileno anunciou que, a partir de 15 de julho de 2021, você deverá levar sua máscara cirúrgica (três vezes ou mais, como N95 e KN95), pois seu uso é obrigatório e eles são os únicos autorizados a viajar em rotas nacionais, caso contrário, você não poderá embarcar. É proibido o uso de máscaras de pano, máscaras reutilizáveis ou qualquer outro item não autorizado para viagens.

A partir de 01 de novembro:

Você só poderá viajar com um Passe de Mobilidade Habilitado. Obtido de yomecuno.gob.cl

As pessoas SEM PASSAGEM DE MOBILIDADE devem fazer um teste PCR no Chile que não pode exceder 72 horas antes da viagem.

O que você precisa saber:

Vacinas na Região Metropolitana AQUI

Vacinas em regiões AQUI


A SEREMI de Salud, juntamente com os municípios do país, realiza gratuitamente testes PCR. 

Você pode encontrar estas informações no site da Prefeitura de sua região ou pode ligar para a linha telefônica gratuita criada pelo Ministério da Saúde, 800371900, opção 5. 

Mais informações AQUI 

Encontre sua região AQUI


Isso é o que você deve saber antes de iniciar sua viagem.

  • Residir em comunas que estão na Fase 3, 4 ou 5 de acordo com o Plano Passo a Passo.
  • Tenha um passaporte de saúde que você pode processar em www.c19.cl.

VOOS DENTRO DO CHILE

Para viajar dentro do Chile, você deve:

  • Tenha seu Passe de Mobilidade (exigido para maiores de 12 anos).
  • Se você não tiver seu passe de mobilidade, deverá apresentar uma PCR negativa, válida por no máximo 72 horas a partir do início de sua viagem (acima de 12 anos de idade).
  • Usar uma máscara cirúrgica de 3 vezes, K95 ou superior, pano ou similar NÃO são permitidos.

Links de interesse:

VÔOS PARA O CHILE

Lembre-se de que é sua responsabilidade cumprir com todas as exigências legais

Os requisitos para sair e entrar no Chile são os seguintes:

INFORMAÇÕES IMPORTANTES: No caso de estrangeiros não-residentes que estiveram nos últimos 14 dias no Zimbábue, Namíbia, Botswana, Lesoto, Eswatini e Moçambique não podem entrar no Chile. Isto não se aplica aos chilenos e residentes, que também devem fazer um teste PCR RT no ponto de entrada e cumprir com uma quarentena de 7 dias.

Entrada de chilenos e residentes permanentes:

  • A entrada é permitida para pessoas que cumprem com o decreto 295 do Ministério do Interior:
  • Pais ou filhos estrangeiros de um chileno ou estrangeiro residente regularmente no território nacional, nascidos no exterior, que entram como turistas. Esta condição deve ser credenciada perante a autoridade de controle de fronteiras por meio da certidão de nascimento correspondente, devidamente autenticada ou legalizada no ponto de origem.
  • Pessoal enviado ao Chile por outros Estados ou organizações internacionais para prestar ajuda humanitária ou cooperação internacional devidamente aceita pelo Chile.
  • Os titulares de vistos diplomáticos e oficiais emitidos pelo Ministério das Relações Exteriores do Chile.
  • Estrangeiros que têm uma relação conjugal ou um Acordo de União Civil com um chileno ou estrangeiro residente regularmente em território chileno, celebrado no Chile, que entram como turistas. Esta condição deve ser credenciada perante a autoridade de controle de fronteiras por meio do certificado correspondente do Serviço de Registro Civil e Identificação.
  • Estrangeiros que tenham um casamento ou um Acordo de União Civil com um chileno ou estrangeiro regularmente residente em território nacional, celebrado no exterior, que entrem como turistas. Para esses fins, devem portar um salvo-conduto de acordo com as disposições do artigo 66 do Regulamento Consular, e devem primeiro apresentar ao respectivo consulado a certidão de casamento ou acordo de união civil correspondente.
  • Estrangeiros que, por razões que não podem ser adiadas, devem entrar no país para fins comerciais, de acordo com as disposições do primeiro parágrafo do artigo 44 do Decreto-Lei No. 1.094, levando em conta, em particular, a conveniência ou utilidade para o país. Para esses fins, eles deverão portar um salvo-conduto de acordo com as disposições do artigo 66 do Regulamento Consular.
  • Pessoas que portam um livre-trânsito concedido de acordo com as disposições do artigo 66 do Regulamento Consular.
  • Titulares de passaportes diplomáticos ou oficiais ou funcionários públicos internacionais, que são autorizados pelo Departamento de Protocolo do Ministério das Relações Exteriores.

Os chilenos e residentes no Chile devem cumprir os seguintes requisitos para entrar no país:

  • Affidavit: Preencha o formulário Travelers Affidavit eletronicamente no site www.C19.cl feito até 48 horas antes do embarque.
  • Teste PCR RT. O resultado negativo deste teste não pode ser superior a 72 horas desde o momento em que a amostra foi colhida até a hora de partida do último vôo com destino final Chile, no caso de entrada por via aérea.
  • As crianças menores de 2 anos estão isentas do teste PCR RT.

Quarentena:

Passageiros vacinados: Eles ficarão em quarentena até receberem o resultado de seu teste PCR RT feito na entrada no Chile.

Passageiros não vacinados: Serão colocados em quarentena por 7 dias, independentemente do resultado do teste PCR RT realizado na entrada no Chile.

As crianças menores de 6 anos (6 anos e 364 dias) que não puderam ter acesso à vacinação contra o coronavírus e estão viajando com um dos pais ou responsável legal e que têm o cronograma completo de vacinação validado ao entrar no país, serão testadas para o coronavírus (PCR RT). Até receberem um resultado negativo deste teste, eles devem ser colocados em quarentena em um domicílio informado na declaração juramentada.

Crianças menores de dois anos que entram no país com seu pai, mãe ou tutor legal que tem um cronograma completo de vacinação validado, podem entrar no país sob as mesmas condições que seu pai, mãe ou tutor legal, mas sem a necessidade de tomar um PCR ao entrar.

Importante:

  • No site www.C19.cl eles devem declarar o local onde irão realizar sua quarentena.
  • Se o residente chileno ou estrangeiro obteve seu programa de vacinação no Chile, ele pode obter seu passe de mobilidade em https://mevacuno.gob.cl/.
  • Lembre-se que a Declaração juramentada para viajantes vindos do exterior C19 deve inserir o mesmo número de identificação pessoal usado para validar suas vacinas.

Para os estrangeiros que não residem no Chile, será necessário o seguinte para entrar no país:

  • Affidavit: Preencha o formulário Travelers Affidavit eletronicamente no site www.C19.cl feito até 48 horas antes do embarque.
  • Na C19, você deve declarar o local onde irá realizar sua quarentena.

Uma vez que o C19 tenha sido completado com todas as informações, um código QR aparecerá com a carteira de identidade ou passaporte indicando se você atende ou não aos requisitos sanitários para entrar no Chile. Os passageiros que estão marcados com "VACINAÇÕES NÃO RESIDENTES estrangeiras NÃO VALIDADAS". NÃO PODE VIAJAR PARA O CHILE, EXCETO PARA EXCEÇÕES DO DECRETO 295 ANTES MENCIONADO.

Passageiros vacinados ou com passe de mobilidade: Devem estar em quarentena até receberem o resultado de sua PCR RT realizada no aeroporto.

Passageiros sem vacinações: Eles terão que ficar em quarentena por 7 dias independentemente do resultado do teste PCR RT realizado no aeroporto, mesmo que seja negativo.

As crianças menores de 6 anos (6 anos e 364 dias) que não puderam ter acesso à vacinação contra o coronavírus e estão viajando com um dos pais ou responsável legal e que têm o cronograma completo de vacinação validado ao entrar no país, serão testadas para o coronavírus (PCR RT). Até receberem um resultado negativo deste teste, eles devem ser colocados em quarentena em um domicílio informado na declaração juramentada.

Crianças menores de dois anos que entram no país com seu pai, mãe ou tutor legal e que tenham um cronograma de vacinação completo e validado, podem entrar no país sob as mesmas condições que seu pai, mãe ou tutor legal, mas sem a necessidade de tomar uma PCR RT ao entrar.

Menores de 7 a 17 anos de idade 364 dias também exigem uma vacinação validada. Caso contrário, não poderão entrar no Chile, exceto pelas exceções indicadas no Decreto 295 do Ministério do Interior.

Todos os passageiros com mais de 2 anos de idade devem ter uma PCR RT negativa 72 horas antes de embarcar no vôo e preencher a declaração juramentada em www.C19.cl 

Estrangeiros não-residentes devem ter contratado em seu país um seguro de saúde que ofereça cobertura para atendimento médico internacional no caso de contratação da COVID19 em nosso país. O valor mínimo dos benefícios de saúde deve ser de USD$30.000 e cobrir cuidados médicos de emergência, cuidados hospitalares, repatriação por motivos médicos ou morte, incluindo a cobertura de quaisquer despesas decorrentes da COVID-19.

Passe de Mobilidade: Pode ser obtido antes da viagem em https://mevacuno.gob.cl/ e valida sua programação de vacinação. FAVOR OBSERVAR QUE O PROCESSO DE VALIDAÇÃO DA VACINAÇÃO LEVA ATÉ 30 DIAS.

Favor observar que o www.C19.cl deve ser preenchido com o mesmo número de identificação pessoal que você usou para validar suas vacinas.

Saída do CHILE 

  • Todos os requisitos para deixar o Chile são eliminados.

A PARTIR DE 1 DE DEZEMBRO DE 2021, OS REQUISITOS DE SAÍDA PARA CHILENOS E RESIDENTES ESTRANGEIROS SERÃO ELIMINADOS.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES - PASSAGEIROS COM CONEXÕES INTERNACIONAIS:

Os passageiros com vôos de conexão com outras operadoras em Santiago do Chile devem credenciar o seguinte no balcão JetSMART: 

  • Bilhete de conexão não superior a 24 horas.
  • Você não pode entregar bagagem no porão, você só pode carregar bagagem de mão.
  • Documentação necessária para entrar no país de destino.
  • Os passageiros que não cumprirem os requisitos de documentação para o destino final não terão permissão para embarcar.
  • Em caso de conexão com Lima, os passageiros devem usar sempre uma máscara cirúrgica e um escudo facial.

Para vôos de Buenos Aires para Santiago do Chile, favor estar no aeroporto pelo menos 4 horas antes da partida.

Acelere sua entrada no Chile e preencha seu #DeclaracionJuradaDigital SAG online. 

Complete AQUI sua declaração juramentada SAG 

* Declaração disponível a partir de 48 horas antes da partida de seu vôo

VOOS PARA A ARGENTINA

A entrada na República Argentina é permitida a argentinos nativos, estrangeiros com autorização de residência e estrangeiros não-residentes, independentemente da finalidade da viagem.

Todos os passageiros, inclusive aqueles em trânsito (permanência no aeroporto menos de 24 horas) que pretendem ENTRAR e Sair da República Argentina devem apresentar o documento "Declaração Eletrônica de Entrada no Território Nacional", que deve ser preenchido dentro de 48 (quarenta e oito) horas antes da viagem e administrado através do portal web http://ddjj.migraciones.gob.ar/app/. Além disso, todos os passageiros com mais de SEIS (6) anos de idade e independentemente de seu status de vacinação devem passar por um teste diagnóstico da SARS-COV-2 entre o terceiro e quinto dia de sua entrada na Argentina e abster-se de participar de eventos de massa e/ou reuniões em espaços fechados.

Além disso, com exceção de crianças menores de 6 anos, todos os passageiros devem apresentar um certificado de teste PCR com um resultado negativo não detectável emitido no máximo 72 horas antes da data de início da viagem. As pessoas que sofreram de COVID-19 nos noventa (90) dias anteriores à data de início da viagem devem apresentar um certificado de alta médica emitido no período acima mencionado e um certificado de teste PCR positivo.

Argentinos nativos e estrangeiros residentes na República Argentina podem entrar no território argentino e ser isentos do isolamento desde que cumpram com os seguintes requisitos:

a) Preencher o documento "Declaração Eletrônica de Entrada no Território Nacional" dentro das 48 horas anteriores ao início da viagem sem observações de controle sanitário.

b) Ter completado o cronograma de vacinação pelo menos QUATRO (14) dias antes de entrar no país ou ter um documento através do qual seja isento por uma autoridade competente. Os viajantes devem declarar esta condição na declaração juramentada.

OBSERVAÇÃO: Um cronograma completo de vacinação é definido pelas autoridades sanitárias do país onde a vacinação é realizada.

c) Um teste PCR deve ser realizado na origem dentro de SEVENTY TWO (72) horas antes da hora programada de partida do vôo, cujo resultado deve ser negativo. Os viajantes devem incluir informações sobre a data, o laboratório envolvido e o resultado da declaração juramentada.

NOTA 1: Os cidadãos que não têm um cronograma completo de vacinação devem cumprir com o isolamento de acordo com as disposições por um período de RTE (10) dias. 

NOTA 2: Menores (18 anos de idade) que não completaram o cronograma de vacinação nos termos do parágrafo (a), mas que estão na companhia de adultos que, tendo completado o cronograma de vacinação, entram no país, podem entrar no país, mas devem submeter-se ao isolamento e a um teste PCR no sétimo (7) dia de sua chegada ao país.

Os estrangeiros NÃO residentes na República Argentina podem entrar no território argentino por qualquer motivo e ser isentos do isolamento, desde que cumpram os seguintes requisitos:

a) Preencher o documento "Declaração Eletrônica para entrada no Território Nacional" dentro das OITAVAS (48) horas antes do início da viagem sem observações de controle sanitário.

b) Ter completado o cronograma de vacinação pelo menos QUATRO (14) dias antes de entrar no país ou ter um documento pelo qual esteja isento, emitido por uma autoridade competente. Os viajantes devem declarar esta condição na declaração juramentada.

OBSERVAÇÃO: Um cronograma completo de vacinação é definido pelas autoridades sanitárias do país onde a vacinação é realizada.

c) Um teste PCR deve ser realizado na origem dentro de SEVENTY TWO (72) horas antes da hora programada de partida do vôo, cujo resultado deve ser negativo. Os viajantes devem incluir informações sobre a data, o laboratório envolvido e o resultado na declaração juramentada.

d) Possuir seguro saúde COVID-19, com cobertura para hospitalização, isolamento e/ou transferências médicas, para aqueles que são positivos, suspeitos ou contatos próximos.

NOTA 3: Menores (18 anos de idade) que não completaram o cronograma de vacinação nos termos do parágrafo (a), mas que estão na companhia de adultos que, tendo completado o cronograma de vacinação, entram no país, poderão entrar no país tendo que se submeter ao isolamento e a um teste tipo PCR no sétimo (7) dia de sua chegada ao país.

NOTA GERAL: O custo dos testes mencionados acima e a permanência nos locais de isolamento fornecidos pelas autoridades serão arcados pela pessoa que entrar no país. Os argentinos devem ter a prova de vacinação registrada no pedido Mi Argentina, somente se a vacinação tiver sido realizada na República da Argentina. Os viajantes que tenham sido vacinados no exterior devem ter o certificado de vacinação validado pelas autoridades do país onde a vacinação foi realizada.

AVISO: Quando se verificar que as medidas aplicáveis foram violadas ou que foram feitas falsas declarações, o Estado argentino pode apresentar as acusações penais pertinentes e aplicar as penas de prisão pertinentes.


VOOS DENTRO DA ARGENTINA

As pessoas que pretendem realizar atividades consideradas essenciais e/ou para fins turísticos estão autorizadas a viajar. Em todos os casos e independentemente do motivo e do destino da viagem, o Certificado Único de Autorização de Circulação deve ser obtido através do acesso web https://www.argentina.gob.ar/circular/tramite

Para voos para San Carlos de Bariloche, El Calafate e voos de San Carlos de Bariloche para qualquer destino, os passageiros devem se apresentar no balcão do aeroporto 3:00 horas antes do horário de partida programado.

Mendoza (MDZ): Os passageiros que pretendem entrar para fins turísticos devem apresentar um Certificado de "Turismo", que deve ser processado através do portal web mostrado abaixo.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/mendoza

Buenos Aires (AEP): Os passageiros que pretendem entrar na Província de Buenos Aires para fins turísticos devem apresentar um Certificado de "Turismo", que deve ser processado através do portal web mostrado abaixo 48 horas antes da data da viagem. Os passageiros cujo destino é a Cidade Autônoma de Buenos Aires não terão que cumprir nenhuma exigência adicional.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/provincia-buenos-aires

Córdoba (COR): Os passageiros que pretendam entrar para fins turísticos devem apresentar um Certificado de "Turismo", que deve ser processado através do portal web abaixo.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/cordoba

San Carlos de Bariloche (BRC): Não é necessário nenhum documento em particular.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/rio-negro
Resolução 6193 do Ministério da Saúde da Província de Río Negro.

Neuquén (NQN): Requer a apresentação do Certificado "Turismo", que deve ser processado através do portal web mostrado abaixo. No caso de residentes, é necessário fornecer comprovante de endereço por meio de carteira de identidade, comprovante de reserva de alojamento ou detalhes dos membros da família ou residentes no destino e cumprir com os controles de documentação de cada jurisdição.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/neuquen

Tucumán (TUC): Os passageiros que pretendem entrar para fins turísticos devem apresentar um Certificado de "Turismo", que deve ser processado através do portal web https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/tucuman. É necessário apresentar a declaração juramentada do COE Tucumán feita através do portal https://coe.tucuman.gov.ar/regreso_a_casas/ingreso_tucuman. Os passageiros com fins turísticos devem apresentar um comprovante de reserva de alojamento. Na chegada, eles serão submetidos a um controle de parâmetros clínicos para sintomas compatíveis com o Covid-19.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/tucuman

Rosário (ROS): A apresentação do Certificado "Turismo" é obrigatória, que deve ser processada através do portal web https://www.argentina.gob.ar/turismo/certificado. Além disso, os passageiros com fins turísticos devem apresentar uma reserva de serviço ou alojamento turístico e registrar-se como declaração juramentada no requerimento "COVID-19 Província de Santa Fé" disponível em https://www.santafe.gob.ar/ms/covid19/aplicacion-movil-covid-19-provincia-de-santa-fe/
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/santa-fe

Salta (SLA): Os passageiros que pretendem entrar devem apresentar um Certificado de "Turismo" que deve ser processado através do portal web mostrado abaixo.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/salta

Ushuaia (USH): Os passageiros devem apresentar Certificado de "Turismo" que deve ser processado através do portal web abaixo e COVID-19 seguro de viagem ou cobertura de saúde com cobertura no destino. Além disso, os passageiros com fins turísticos devem apresentar uma reserva de serviço ou alojamento turístico.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/tierra-del-fuego

Puerto Iguazú (IGR) & Posadas (PSS): Os passageiros devem apresentar um Certificado de "Turismo" que deve ser processado através do portal web mostrado abaixo. Qualquer pessoa que entre no território provincial deve utilizar os mecanismos eletrônicos de geolocalização e autoteste estabelecidos através do aplicativo "Misiones digital", disponível através da Play Store e App Store.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/misiones

El Calafate (FTE): todas as pessoas acima de dezesseis (16) anos de idade devem ter pelo menos uma dose da programação de vacinação aplicada 14 dias antes da entrada, o que deve ser demonstrado por meio do certificado de vacinação ou por meio do registro em "Minha Argentina". Caso contrário, eles devem apresentar um certificado de teste de antígeno com resultados negativos realizados no máximo 72 horas antes da chegada programada do vôo.
Os residentes da província de Santa Cruz estão isentos desta exigência. Além disso, os passageiros com fins turísticos devem apresentar uma reserva de serviço ou alojamento turístico, preencher uma declaração de saúde e solicitar uma licença de condução através de https://circulacion.santacruz.gob.ar/
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/santa-cruz

Corrientes (CNQ): É necessário um certificado de vacinação, certificado de descarga epidemiológica ou certificado de PCR ou teste de antígeno com um resultado "negativo/não detectável", realizado no máximo 48 horas antes da partida programada do vôo. Os passageiros cujo motivo de entrada é o turismo podem optar por ser testados no aeroporto gratuitamente, para o qual devem apresentar um comprovante de reserva de alojamento. Exceto para menores de 16 anos, todos os passageiros devem solicitar uma permissão de entrada através do site https://permisos.corrientes.gob.ar/turismo
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/corrientes

Comodoro Rivadavia (CRD): Os passageiros devem apresentar um Certificado de "Turismo" que deve ser processado através do portal web abaixo, aplicação CUIDAR e seguro de viagem COVID-19 ou cobertura de saúde no destino. Além disso, deve ser apresentada uma reserva de acomodação ou detalhes do residente onde você pretende ficar.
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/chubut

Jujuy (JUJ): Os passageiros que pretendem entrar para fins turísticos devem apresentar um Certificado de "Turismo", que deve ser processado através do portal web https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/jujuy
Fonte: https://www.argentina.gob.ar/circular/turismo/jujuy



VOOS PARA O BRASIL

Importante: Passageiros que estiveram no Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia, África do Sul ou Zimbábue nos últimos 14 dias não podem entrar no Brasil. Não se aplica aos brasileiros ou residentes no país, que ficarão em quarentena por 14 dias.

Entrada no Brasil:

Teste PCR

  • Os passageiros devem ter um resultado negativo do teste PCR emitido nas 72 horas anteriores ao embarque, ou
  • Um teste de antígeno realizado 24 horas antes do embarque.
  • O resultado do teste deve ser emitido por um laboratório reconhecido pelo país em inglês, espanhol ou português.

A exigência do teste PCR não se aplica:

  • Passageiros com menos de 2 anos de idade.
  • Passageiros com 11 anos de idade ou menos, desde que acompanhados por uma pessoa com um resultado negativo de PCR ou teste de antígeno.
  • Passageiros em trânsito no Brasil, desde que não deixem a área internacional.
  • Os passageiros que tiveram Covid-19 nos últimos 90 dias também estão isentos de ter um resultado negativo no teste RT-PCR, desde que tenham todas as seguintes características:
  • Dois resultados de teste RT-PCR detectáveis, com pelo menos 14 dias de intervalo, com o último teste realizado dentro de 72 horas antes do embarque e, adicionalmente, um teste de antígeno de 24 horas antes do embarque.

Vacinação

  • Passageiros não vacinados: Aqueles que não tiverem sua programação completa de vacinação serão colocados em quarentena por 5 dias na chegada e deverão apresentar um teste de antígeno PCR RT negativo no quinto dia com um máximo de 72 horas para completar a quarentena.
  • Os passageiros não vacinados provenientes de países onde não foram considerados elegíveis para a vacinação; ou provenientes de países onde o processo de vacinação não está disponível com um amplo escopo ou por razões humanitárias podem ser embarcados e permanecerão em quarentena por 5 dias.
  • Passageiros vacinados: Não é necessária quarentena para os passageiros que estão totalmente vacinados e a última dose recebida foi pelo menos 14 dias antes do embarque.

Máscaras

  • Necessário em alguns lugares.

Quarantena

  • Aplica-se somente a passageiros não vacinados.
  • Aplica-se aos passageiros que estiveram no Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia, África do Sul ou Zimbábue e Reino Unido nos últimos 14 dias e devem permanecer em quarentena por 14 dias em seu destino final no Brasil.

Seguro médico

  • Não é necessário

Declaração de saúde

  • Os passageiros devem preencher a declaração de saúde do viajante dentro de 24 horas antes do vôo em formato eletrônico ou cópia impressa.
  • O formulário está disponível no seguinte endereço: https://formulario.anvisa.gov.br/
  • Não é necessário para passageiros em trânsito que permanecem nesta área.

VOOS PARA A COLÔMBIA


De acordo com a resolução 2052 de 2021 do Ministério da Saúde, a partir de 14 de dezembro de 2021, os residentes permanentes colombianos e estrangeiros devem cumprir os seguintes requisitos para entrar no país:

Declaração de viagem            

Vacinação

  • Certificado ou cartão de vacinação: Todos os viajantes internacionais maiores de 18 anos devem apresentar um certificado ou cartão de vacinação com um cronograma completo de vacinação, com um mínimo de 14 dias a partir da data em que o cronograma foi completado.
  • Para colombianos e residentes permanentes, uma carteira de vacinação mostrando que foram vacinados.
  • Os colombianos e residentes permanentes que não têm o esquema de vacinação ou têm um esquema incompleto ou que não cumprem com os 14 dias de ter completado o esquema, devem apresentar um teste PCR realizado no máximo 72 horas antes da partida do vôo.
  • Para estrangeiros maiores de 18 anos, NÃO residentes na Colômbia, que não tenham um cronograma de vacinação completo ou que não cumpram os 14 dias de cumprimento do cronograma de vacinação, devem entrar no país com um teste PCR negativo 72 horas antes da partida do vôo.
  • Aqueles estrangeiros que não iniciaram seu calendário de vacinação não poderão entrar no país mesmo que tenham um teste PCR negativo.

O Cartão de Vacinação* pode ser apresentado física ou digitalmente. Isto pode ser obtido no seguinte site https://mivacuna.sispro.gov.co/MiVacuna/Account/Login ou na aplicação digital MinSalud. Deve identificar pelo menos o nome e sobrenome do titular, tipo e número de identificação, data da vacinação, nome da vacina administrada ou do fabricante da vacina, e número de doses administradas.

*Requerido somente para colombianos e residentes permanentes.

Uso da máscara

* Os passageiros acima de 2 anos de idade devem usar uma máscara facial.

VOOS PARA O PERU

Chegada no PERU

Os passageiros que chegam da África do Sul ou Botsuana com escala naquele país são suspensos até 30 de janeiro de 2022.

Exame PCR e vacinações

  • Passageiros peruanos, residentes e estrangeiros não-residentes com mais de 12 anos de idade, independentemente de seu país de origem, devem provar que completaram seu cronograma de vacinação contra a Covid-19, 14 dias antes de embarcar no vôo em seu ponto de partida para o Peru ou, caso contrário, podem apresentar um teste molecular negativo com uma data de resultado não superior a 48 horas antes do embarque em seu ponto de origem.
  • Passageiros não vacinados: Os passageiros devem ter um resultado negativo do teste PCR nasofaríngeo emitido dentro de 48 horas antes da partida.

Estão isentos de PCR:

  • Os passageiros com 11 anos de idade ou menos que não apresentem sintomas de Covid-19 não necessitam de testes PCR.
  • Passageiros que tenham contratado o Covid-19 até 3 meses antes da partida com um documento sanitário comprovando seu status de descarga do Covid-19.

Considerações importantes para sua entrada no Peru:

Máscaras

  • Uso de máscaras duplas ou máscaras com alta capacidade de filtração como N95, KN95, FFP2 e KF94) durante o vôo e a estadia no aeroporto. Esta disposição não se aplica a crianças com menos de dois anos de idade.
  • A proteção facial é opcional.

Quarantena

  • 14 dias após a chegada ao Peru.
  • Isto não se aplica aos passageiros se eles fizerem um teste Covid-19 na chegada e receberem um resultado negativo.

Seguro médico

  • Não é necessário

Declaração de saúde

  • Necessário.
  • A declaração deve ser feita em https://e-notificacion.migraciones.gob.pe/dj-salud/
  • Os passageiros não podem viajar a menos que apresentem um código QR confirmando que apresentaram uma "Declaração de Saúde e Autorização de Geolocalização" pelo menos 48 horas antes da viagem ao Peru, ou preencher um formulário de "Declaração de Saúde do Viajante" (Traveler's Health Affidavit) antes da chegada.
  • Recomenda-se anexar o resultado do teste em formato PDF ou de imagem.

VOOS PARA O URUGUAY

CIDADÃOS URUGUAIOS VACINADOS

Vacinação

  • Ter recebido a(s) dose(s) contra o vírus SARS-CoV-2, de acordo com o tipo de vacina recebida, aprovada por seu país de origem, dentro dos últimos 9 meses antes do embarque. 
  • Comprovante de vacinação por certificado emitido pela autoridade sanitária do país de origem.

Teste PCR

  • Obrigatório para maiores de 6 anos de idade.
  • Apresentar um teste NEGATIVO para SARS-CoV-2 (técnica de biologia molecular PCR-RT), realizado no máximo 72 horas antes do início da viagem.

Declaração juramentada

Teste pós-ingresso 

  • Obrigatório para pessoas acima de 18 anos de idade.
  • Um novo teste PCR-RT no sétimo dia de estadia ou isolamento preventivo obrigatório por 14 dias após a entrada no país. 

CIDADÃOS URUGUAYANOS NÃO VACINADOS

Teste PCR

  • Obrigatório para maiores de 6 anos de idade.
  • Apresentar um teste NEGATIVO para SARS-CoV-2 (técnica de biologia molecular PCR-RT), realizado no máximo 72 horas antes do início da viagem.

Declaração juramentada

Isolamento Preventivo e Teste de Pós-entrada 

  • Obrigatório para pessoas acima de 18 anos de idade.
  • O isolamento preventivo por 7 dias e um novo teste PCR-RT deve ser realizado no sétimo dia de permanência ou o isolamento preventivo deve ser prolongado por 7 dias até 14 dias após a entrada no país. 

Os cidadãos vacinados ou não vacinados que tiveram COVID-19 nos 90 dias anteriores ao embarque ou chegada ao país, devem provar a doença apresentando o resultado positivo do teste pela técnica de biologia molecular PCR-RT ou teste de detecção de antígenos, realizado entre um máximo de 90 dias e até 20 dias antes do embarque ou chegada ao país, que deve ser anexado à declaração juramentada.

Nenhum teste PCR é necessário antes da entrada.

CIDADÃOS ESTRANGEIROS VACINADOS

Vacinação

  • Ter recebido a(s) dose(s) contra o vírus SARS-CoV-2, de acordo com o tipo de vacina recebida, aprovada por seu país de origem, dentro dos últimos 9 meses antes do embarque. 
  • Comprovante de vacinação por certificado emitido pela autoridade sanitária do país de origem.

Teste PCR

  • Obrigatório para maiores de 6 anos de idade.
  • Apresentar um teste NEGATIVO para SARS-CoV-2 (técnica de biologia molecular PCR-RT) realizado no máximo 72 horas antes do início da viagem.

Seguro saúde

  • Obrigatório para todos os passageiros

Declaração juramentada

Teste pós-ingresso 

  • Obrigatório para maiores de 6 anos de idade.
  • Realizar no sétimo dia de permanência um novo teste PCR-RT ou realizar o isolamento preventivo obrigatório por 14 dias a partir da entrada no país. 

Os cidadãos estrangeiros vacinados que tiveram COVID-19 nos 90 dias anteriores ao embarque ou chegada ao país, devem provar a doença apresentando o resultado positivo do teste pela técnica de biologia molecular PCR-RT ou teste de detecção de antígenos, realizado entre um máximo de 90 dias e até 20 dias antes do embarque ou chegada ao país, que deve ser anexado à declaração juramentada.

Eles não são obrigados a apresentar um teste PCR antes ou depois da entrada.

CIDADÃOS ESTRANGEIROS NÃO VACINADOS

Somente aqueles que acreditam o procedimento de entrada excepcional, conforme estabelecido no artigo 2 do Decreto N°104/020 www.impo.com.uy/bases/decretos/104-2020, podem entrar e devem também apresentar:

Teste PCR

  • Obrigatório para quem tem mais de 6 anos de idade.
  • Apresentar um teste NEGATIVO para SARS-CoV-2 (técnica de biologia molecular PCR-RT), realizado no máximo 72 horas antes do início da viagem.

Declaração juramentada

Teste pós-ingresso 

  • Realizar um novo teste PCR-RT no sétimo dia de estadia ou realizar isolamento preventivo obrigatório durante 14 dias após a entrada no país. 

Seguro saúde

  • Obrigatório para todos os passageiros

Lembre-se de que é sua responsabilidade cumprir todos os requisitos exigidos por lei

Estas informações são atuais na data de publicação. Quaisquer alterações subsequentes, a JETSMART não se responsabiliza por alterações, restrições, proibições ou complexidade que tornem um voo impossível.

Essas informações foram fornecidas ao JetSMART por diferentes fontes. JetSMART não é responsável pelo conteúdo destes e não assume responsabilidade se não forem atualizados.

Nosso Compromisso SMART cumpre com todos os protocolos de biossegurança contra o Covid-19, sob parâmetros padrões mundiais que garantem as mais rigorosas medidas de higiene para cuidar de toda nossa tripulação e passageiros antes, durante e após cada vôo.

Resolva todas as suas dúvidas

Confira nossas Perguntas frequentes sobre nossa política de flexibilidade e medidas preventivas que estamos implementando devido à contingência do Coronavírus (COVID-19).

No JetSMART nos preocupamos com o bem-estar de nossos passageiros e tripulantes. É por isso que seguimos procedimentos de higiene de acordo com os regulamentos da IATA, em conjunto com as autoridades de saúde de cada país e a Organização Mundial de Saúde (OMS). 

Por esse motivo, em todos os nossos voos, garantimos que:


Antes do voo:

  • Declaração de saúde de todos os passageiros no check-in
  • Distância social no check-in e na área de embarque do aeroporto
  • Uso obrigatório de máscaras para passageiros e funcionários de balcão
  • Embarque sem contato na verificação e identidade dos passageiros
  • Medição de temperatura com termômetros digitais para impedir a entrada de passageiros com febre

Durante o voo:

  • Uso obrigatório de máscaras, bem como óculos de segurança e luvas pela tripulação
  • Todos os passageiros devem usar obrigatoriamente máscaras a bordo
  • Novo padrão de venda a bordo por meio de um menu eletrônico que você pode ver no seu telefone celular
  • Álcool em gel disponível em todos os nossos voos

Depois do voo:

  • Desinfecção rigorosa após cada voo com spray eficaz para eliminar 99,9% de vírus e bactérias nas superfícies
  • Maior tempo entre o embarque e o desembarque para garantir a distância entre os passageiros
  • Sanitização profunda diária de todos os nossos aviões de acordo com os padrões globais da OMS e IATA, usando a mais recente tecnologia em pistolas eletrostáticas para desinfecção de superfícies.

- Febre alta acima de 38 °.

- Tosse

- Dificuldades respiratórias.

Como a Covid-19 é transmitida através de gotículas respiratórias, você deve:


- Lave as mãos de forma prolongada e frequentemente.

- Use álcool em gel.

- Evite tocar sua boca e olhos.

- Evite compartilhar itens pessoais.

O ar em nossos aviões é renovado a cada 3 minutos e os filtros eliminam 99,99% das bactérias e vírus. 

Além disso, a OMS recomenda:

- Pratique uma higiene adequada das mãos (lavagem com sabão ou álcool em gel).

- Cubra a boca e o nariz com o antebraço quando espirrar ou tossir.

- Descarte os lenços adequadamente e limpe as mãos.

Para que você possa gerenciar sua solicitação com mais facilidade e rapidez, implementamos um  sistema on-line para atender às suas solicitações o mais rápido possível. Basta digitar seu e-mail e código da reserva para poder gerenciar sua alteração automaticamente, por isso recomendamos que você prefira esse canal on-line clicando aqui

Aumentamos a capacidade em nosso Contact Center. No entanto, recomendamos que você use nosso sistema digital para suas solicitações devido ao elevado número de ligações telefônicas.